Santa Catarina de Sena


Frases de Santa Catarina de Sena

“É obrigação de todos edificar os demais com uma vida boa, santa e honesta”.

“Devemos suportar tudo, porque o sofrimento é pequeno e a recompensa é grande”

“Por amor Deus os criou, sem amor não podeis viver”

“O amor por Deus e pelo próximo são uma só coisa.”

“A amizade, cuja fonte é Deus, não se esgota nunca.”

“Jovens, se fores aquilo que Deus quer colocareis fogo no mundo.”

“Só tu és o Amor, somente digno de ser amado!”

“A providência divina jamais falta ao homem em nada, sob a condição de que ele a aceite.”

“A pessoa que sofre compartilha  mais as dores dos outros do que aqueles que nada padecem.”

“A amizade cuja fonte é Deus, nunca se esgota.”

”Que motivo vos fez constituir o homem em dignidade tão grande? O amor inestimável pelo qual enxergastes em vós mesmo vossa criatura, e vos apaixonastes por ela; pois foi por amor que a criastes, foi por amor que lhe destes um ser capaz de degustar vosso Bem eterno”

“Foi na dispensa da hierarquia eclesiástica que eu guardei o Corpo e o Sangue do meu Filho”.

“Foi no seio da Igreja hierárquica que o Senhor depositou o seu mais precioso tesouro.”

“Pelo amor, o homem se torna um outro Cristo. É pelo amor que o homem se une a Deus”

“A Eucaristia é o meio mais apto para a união do homem com Deus e maior conhecimento da Verdade”

“Os males desta existência não são punições, mas correção a filho que ofende”

“O caminho para atingir o conhecimento verdadeiro e a experiência de Deus é este: nunca abandonar o auto-conhecimento”

“Conhecendo-te, tu te humilharás ao perceber que, por ti mesma, nada és”

“Ao optar pelo Meu amor, o homem faz opção também de sofrer por Minha causa, qualquer que seja a modalidade da dor”

“É na adversidade que se prova ter paciência e amor”

“Toda virtude se realiza em relação ao próximo, bem como todo pecado”

“O amor por Mim e pelo próximo são uma só coisa”

“A humildade brota do auto-conhecimento”

“O orgulho é a raiz de todos os vícios”

“O demônio é fraco e nada pode além daquilo que Eu lhe permita”

“Nesta vida ninguém vive sem cruz”

“Querendo progredir é preciso que tenhais sede”

“Considero feito a Mim o que fazeis para os homens”

“Nada mais desejo que a vossa santificação”

“Ninguém deve desejar satisfações e visões espirituais, aspire somente a virtude”

“Tudo quanto quero ou permito tem uma finalidade: que atinjas a meta para a qual vos criei”

“Recompenso quem trabalha por Minha glória. Sou alegre e faço feliz quem cumpre a Minha vontade”

“Não obrigues outras pessoas a viver como tu vives”

“Todo mal é ausência de amor”

“Ao querer dar um homem um grande tesouro, associo-lhe o peso de muitas dificuldades”

“Quero que sejais santos. Tudo o que vos acontece tem essa finalidade”

“Tenham a certeza de que quando eu morrer, a única causa de minha morte será meu amor pela Igreja”.

“Oh meu padre, se o senhor tivesse visto a beleza de uma só alma em estado de graça, estaria pronto a morrer mil mortes por uma só!”

”Deus não deu todas as qualidades e nem deixou ninguém sem nenhuma qualidade. Por isso precisamos um dos outros.”

Santa Catarina de Sena


Santa Catarina de Sena, reconhecida como Doutora da Igreja, era de uma enorme e pobre família de Sena, na Itália, onde nasceu em 1347.

Voltada à oração, ao silêncio e à penitência, não se consagrou em uma congregação, mas continuou, no seu cotidiano dos serviços domésticos, a servir a Cristo e Sua Igreja, já que tudo o que fazia, oferecia pela salvação das almas. Através de cartas às autoridades, embora analfabeta e de frágil constituição física, conseguia mover homens para a reconciliação e paz como um gigante.

Dotada de dons místicos, recebeu espiritual e realmente as chagas do Cristo; além de manter uma profunda comunhão com Deus Pai, por meio da qual teve origem sua obra: “O Diálogo”. Comungando também com a situação dos seus, ajudou-o em muito, socorrendo o povo italiano, que sofria com uma peste mortífera e com igual amor socorreu a Igreja que, com dois Papas, sofria cisão, até que Catarina, santamente, movimentou os céus e a terra, conseguindo banir toda confusão. Morreu no ano de 1380, repetindo: “Se morrer, sabeis que morro de paixão pela Igreja”.

Santa Catarina de Sena, rogai por nós!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.